Tratamentos

Disfunções Crânio-mandibulares

Musculatura da cabeça, envolvida na mastigação pode ficar comprometida através de dores e/ou tratamentos, quando a mordida/oclusão está alterada em função da ausência de dentes, restaurações, próteses ou tratamentos ortodônticos realizados incorretamente.

Sintomas como dor ou ruídos na articulação próxima aos ouvidos, dores faciais, no pescoço e dores de cabeça podem ser decorrentes de um incorreto posicionamento entre os dentes superiores e inferiores (oclusão dentária).  

Regiões da cabeça que podem apresentar dores localizadas ou irradiadas em função das alterações na mordida/oclusão. Outras regiões de dor localizada.

Outros sinais de Disfunção Crânio-mandibular podem ser a diminuição da abertura da boca e desvios ou dor durante a mesma. Dentes sensíveis ao mastigar, com mobilidade, apresentando desgaste acentuado ou fraturas sem causa aparente, podem estar sofrendo com problemas oclusais, necessitando ajustes.

Deslocamento do disco articular, causando estalos durante a abertura e fechamento da boca, em função das alterações na mordida/oclusão.

O tratamento pode envolver a correção da mordida através de fisioterapia e de aparelho oclusal que mantém a mordida correta. Após o sucesso na 1a. fase, passamos a definir o tratamento para manter a mordida estável e a ausência de sintomatologia.

O tratamento fisioterápico consiste no relaxamento da musculatura que sofre para manter uma posição forçada pelos dentes. Posteriormente corrige-se esta posição para que seja mantida através do aparelho oclusal.

Quando ocorrerem dores musculares ou da ATM, Tens e Ultrassom podem ser utilizados. Exercícios e fisioterapia caseira podem ser utilizados como auxiliares no tratamento para disfunções.