Saúde Bucal

Ranger os dentes: conheça o Bruxismo

POR Castell-Odonto - Dia 25 de novembro de 2016

O bruxismo é um ato involuntário que leva o paciente a apertar fortemente ou ranger os dentes constantemente. Este distúrbio pode ocorrer tanto durante o dia, caracterizado como bruxismo diurno, quanto durante à noite, enquanto o indivíduo dorme, chamado de bruxismo do sono ou noturno. Esta desordem funcional atinge milhares de pessoas e, se não tratada, pode afetar gravemente os dentes e a gengiva do paciente.

Na maioria das vezes o bruxismo é identificado pelo dentista, o que evidencia a importância das frequentes consultas. Este problema também pode ser identificado pela própria pessoa, ou pelo seu cônjuge, quando a doença se desenvolve durante a noite.

Causas

O bruxismo é um estímulo neuromuscular sem causa aparente e o que se sabe é que existem alguns fatores contribuintes como stress. Hoje ele é interpretado como um distúrbio do sono.

O uso de medicamentos como Fluoxetina, Paroxetina e Vanlafaxina também podem ter como efeito colateral o bruxismo e devem ser apresentados a um médico especialista para a substituição da medicação. Problemas psicológicos como a ansiedade, o estresse, a hiperatividade, a tensão, entre outros distúrbios também são responsáveis pelo desenvolvimento do bruxismo, porém, estes fatores estão ligados ao lado emocional do paciente.

Sintomas

Como principal sintoma desta doença, se destaca o ranger dos dentes e as dores nas articulações da gengiva (problemas de ATM), juntamente com a dificuldade para mastigar. Se o bruxismo não for tratado, o desgaste dos dentes será certo e poderá ocorrer até mesmo o travamento de articulações e perdas ósseas da mandíbula e do maxilar. Alguns outros sintomas identificados são as fortes dores de cabeça, dores em toda a face e recuos na língua.

Tratamento

Em muitos casos, principalmente quando o bruxismo se desenvolve na infância, o problema é facilmente superado. Porém, em outros casos, os pacientes precisam se recuperar com terapias ou objetos para controle do hábito de ranger os dentes.

Talas e protetores bucais, por exemplo, são bastante usados para manter os dentes separados, assim, o atrito entre eles é evitado.

Mudança de hábitos

Para o bruxismo a partir de causas emocionais, controlar e reduzir o estresse poderá ajudar bastante no tratamento. Evitar alimentos estimulantes como o café, para aqueles que sofrem com o bruxismo do sono, também é uma boa dica para controlar o ranger dos dentes.

E por fim, o método mais indicado para a detecção do bruxismo é ir ao dentista com frequência, com isso a doença pode ser identificada rapidamente, evitando o desgaste dos dentes e da gengiva, mantendo sua boca muito mais saudável e com o sorriso muito mais bonito.