Saúde Bucal

Perigos do clareamento dental caseiro

POR Castell-Odonto - Dia 10 de maio de 2015

O desejo de ter os dentes bem brancos esconde os perigos do clareamento dental caseiro. Quem não quer ter os dentes bem brancos? Mas fazer o clareamento dental caseiro para clarear os dentes podem ser tão perigoso quanto fácil. O responsável pelo clareamento que está presente em quase todos os cremes (ou gel) é o peróxido de carbamida. Essa substância precisa ser bem dosada para cada tipo de paciente. Quanto se compra um kit já pronto para o clareamento dental a quantidade de peróxido de carbamida é geral para todos os usuários, podendo causar muitas dores em pessoas com dentes mais sensíveis.


Não é somente o creme que pode não estar apropriado. Cada arcada dentária possui uma forma diferente e os kits de clareamento caseiro trazem moldeiras em um formato padrão, podendo ficar apertado em uns e largos em outros. A consequência é que o creme clareador pode sobrar e acabar escorrendo para gengivas, mucosas da boca e até garganta. A ingestão desse creme pode trazer problemas muitos sérios como gastrite e ulceras gástricas. Se o produto entrar em contato com a mucosa, pode ocasionar perda de papila, retração gengival e até inflamação da bochecha.


Para ter a certeza que o clareamento será bem feito e não contará com nenhuma surpresa, um dentista precisa ser procurado para o tratamento. No consultório existem duas técnicas para esse clareamento: a laser e com um creme e moldeira. A laser possui um resultado mais rápido, pois o princípio do clareamento se dá por luzes de LED.


Sempre que surgir a necessidade de qualquer tratamento nos dentes, procure um dentista de confiança para lhe orientar e lhe auxiliar com os procedimentos necessários da melhor e mais segura forma. Assim, você assegurará um sorriso bonito e sua saúde geral.