Saúde Bucal

O que é abscesso dentário, quais são os sintomas e como tratar?

POR Castell-Odonto - Dia 27 de fevereiro de 2018

Se você não sabe o que é abscesso dentário, já podemos adiantar que se trata de uma infecção no dente que pode causar dores muito fortes, fazendo necessário encaminhar o paciente para o hospital com urgência em alguns casos mais graves.

Porém, antes de chegar a esse estágio crítico, o abscesso apresenta alguns sintomas que indicam a necessidade de consultar o dentista para receber o tratamento correto, evitando problemas ainda maiores. Vamos falar mais sobre essa infecção dentária para você ficar por dentro do assunto.

O que é abscesso dentário?

O abscesso dentário (ou abcesso dentário) é uma infecção causada por uma bactéria que afeta o dente ou a gengiva e se caracteriza pelo acúmulo de pus, que forma uma espécie de cisto ou bolha de coloração esbranquiçada.

Ele pode acometer a ponta da raiz dentária, sendo então chamado de abscesso periapical, ou então a região da gengiva ao redor do dente, recebendo o nome de abscesso periodontal.

Quando a infecção atinge apenas a gengiva (abscesso gengival), o problema é resolvido mais facilmente. Porém, os outros dois tipos de abscesso podem atingir o tecido ósseo, necessitando assim de um tratamento mais intenso ou agressivo.

Causas do abscesso dentário

A principal causa desse problema são as cáries que não receberam o tratamento correto, pois elas podem atingir a polpa dentária e abrir caminho para que as bactérias formem uma infecção na raiz.

A entrada desses microrganismos também pode acontecer quando um resquício de alimento (como uma casquinha de pipoca) fica preso na gengiva, dando origem a uma inflamação, ou quando há uma quebra no dente.

Sintomas do abscesso dentário

Para evitar que um abscesso dentário se torne um problema ainda maior, é preciso conhecer seus sintomas e não demorar em buscar atendimento odontológico. Por isso, fique atento aos sintomas mais comuns:

  • Dor de dente: no início, a dor atinge apenas o dente e a região ao seu redor, mas ela vai se tornando mais intensa conforme aumenta o acúmulo de pus e pode atingir também a mandíbula, as bochechas e os ouvidos;
  • Sensibilidade: o abscesso causa desconforto quando a pessoa morde um alimento e quando o dente entra em contato com bebidas ou alimentos muito quentes ou muito frios;
  • Mau hálito e gosto amargo na boca: aparecem devido à secreção purulenta oriunda da infecção;
  • Inchaço e vermelhidão na gengiva: a infecção se manifesta também com alterações na gengiva, dando sinais de que há algum problema nessa região.

Caso o paciente não busque ou não faça o tratamento correto, o abscesso pode se tornar mais grave e provocar sintomas como febre, náusea, vômito, diarreia, calafrios, escurecimento do dente e inchaço nos gânglios do pescoço. Nesses casos, pode ser necessário encaminhar o paciente para um clínico geral ou até mesmo para um hospital, dependendo da intensidade das dores.

Tratamento do abscesso dentário

Um abscesso dentário não se cura sozinho, de forma que é preciso recorrer ao atendimento odontológico. Depois de diagnosticar o abscesso e suas causas, o dentista poderá propor um dos seguintes tratamentos:

  • Drenagem do pus: consiste em fazer uma pequena incisão no abscesso para poder retirar o pus. Em seguida, será feita uma higienização do local para evitar a reincidência da infecção;
  • Tratamento de canal: é necessário quando a polpa dentária é invadida pela cárie. Suas etapas são a remoção da polpa (tecido que está no interior do dente), a drenagem do abscesso, a vedação dos canais radiculares e da cavidade central e a colocação de uma coroa para aumentar a resistência do dente;
  • Raspagem e alisamento das raízes dentárias: é o tratamento indicado para os abscessos periodontais, que atingem as cavidades entre o dente e a gengiva;
  • Extração do dente: se não for possível salvar o dente acometido pelo abscesso, poderá ser necessário extraí-lo para fazer a drenagem do pus e evitar complicações ainda maiores.

Além desses tratamentos que são realizados diretamente no dente, pode ser necessário o uso de analgésicos e anti-inflamatórios para controlar a dor. Caso a infecção ameace se espalhar ou já tenha atingido dentes vizinhos, a mandíbula ou outros órgãos, será preciso fazer uso de medicamentos antibióticos para destruir as bactérias.

Como prevenir o abscesso dentário

As formas de prevenção desse problema consistem basicamente em ter bons hábitos em relação à saúde bucal: escovar os dentes após as refeições, utilizar o fio dental, evitar o excesso de alimentos açucarados e manter visitas periódicas ao dentista.

Além disso, saber o que é abscesso dentário e conhecer seus primeiros sintomas é fundamental para que você possa procurar atendimento odontológico antes que ele cause complicações ainda mais graves.

Quanto antes você receber o tratamento, mais fácil será a cura. Neste caso, conte com a Castell-Odonto: são mais de 30 anos de experiência na cidade de Curitiba. Ligue (41) 3014-0104