Dicas

Conheça os hábitos e alimentos que causam cáries

POR - Dia 21 de março de 2017

Uma ótima higiene bucal é o caminho mais adequado que podemos seguir para manter os dentes saudáveis, manter o bem-estar pessoal, a mastigação correta e uma boa aparência. Por isso, é significativo que conheçamos os alimentos causadores das cáries bucais, assim podemos evitá-los com certa frequência e tomar as atitudes necessárias para que eles não prejudiquem a saúde dos dentes.

A higienização bucal pode parecer um comportamento corriqueiro, entretanto ela precisa receber uma atenção mais que especial. Ficar de olho em hábitos ruins é muito importante também para prevenir o aparecimento das cáries e outras doenças, mas veremos isso a seguir.


Hábitos que podem comprometer sua saúde bucal

Poucas pessoas desconhecem, ou sabem pouco do fato, que escovar os dentes logo após as refeições é um erro que é praticado comumente por uma grande maioria. Segundo a odontologista Letícia Boos, o correto é esperar até 30 minutos para fazer a limpeza bucal, pois esse é o tempo hábil para que a saliva possa agir e neutralizar o pH dos alimentos. Ela salienta também que é um engano comum pensar que escovas com cerdas mais rígidas são mais eficazes na luta contra as cáries. Essa firmeza exacerbada acaba desgastando o esmalte, além de causar a retração gengival. Sendo assim, o ideal é optar por escovas macias e com o maior volume de cerdas para não prejudicar os dentes.

Além desses dois hábitos, que são relacionados a escovação, existem outros que também fazem referências aos costumes alimentares os quais podem prejudicar a saúde dos seus dentes, tais como:

  • 1. Consumo exagerado de açúcares  

O açúcar e a cárie sempre andam de mãos dadas, mas o surgimento dela está mais ligado na forma que este alimento é consumido do que com a sua quantidade. Por exemplo, quando consumimos em pequenos goles o refrigerante durante um longo período, ou o café com açúcar, ou quando comemos repetidamente balas e chocolates. Esses hábitos aumentam, significativamente, o risco do surgimento de cáries.

  • 2. Guardar sua escova molhada em lugares fechados  

Caso você tenha o costume de guardar a sua escova de dentes molhada em ambientes fechados, como dentro de um estojo, tenha cuidado! Esse é o cenário ideal para a proliferação de bactérias e fungos, que depois podem se alojar na sua boca causando graves problemas. O ideal é deixá-la em um lugar arejado e usar o estojo apenas para o transporte da escova.

  • 3. Fumar continuamente 

O fumo é um péssimo hábito e ele é tanto prejudicial ao pulmão, quanto a boca em geral. O costume de fumar pode causar retração da gengiva, perda óssea, perda dos dentes e em casos mais graves levar ao câncer de boca. Evitá-lo é essencial para ter uma ótima saúde bucal.  

  • 4. Abusar de clareadores dentais  

Ter dentes brancos é quase uma obsessão que leva muitas pessoas a fazerem o uso, às vezes incorreto e por conta própria, dos clareadores. Esse hábito pode comprometer o esmalte dos dentes, deixando-os, assim, mais sensíveis. Além de acarretar na perda do esmalte e aumentar o risco do surgimento de cáries.

  • 5. Não beber água com frequência  

A falta do hábito de beber água regularmente pode afetar até a saúde da sua boca. Parece estranho, não é? Mas o simples costume de encher a boca com água, de vez em quando, pode deixar os seus dentes mais fortes. Além de que seu uso ajuda na limpeza da arcada dentária removendo vestígios de ácidos e açúcares, desta forma evitando o surgimento de cáries.

Esses são apenas alguns dos hábitos que podemos citar no momento, mas existem inúmeros deles que devam ser evitados. Para sabê-los, recomendamos que procure o seu dentista.


Quais os alimentos prejudiciais aos dentes?

Os alimentos que fazem mal aos dentes são bem fáceis de se identificar – você já deve ter imaginado pelo menos um até agora – e eles estão presentes quase que diariamente na alimentação dos brasileiros. Veja alguns deles:

  • Doces em geral. Por exemplo, o chocolate. 
  • Biscoitos, especialmente os recheados. 
  • Bolos e tortas, deliciosas para o paladar, mas prejudiciais para os dentes. 
  • Batatas fritas, pizzas e salgadinhos que são ricos em amidos, os quais se prendem nos dentes aumentando o risco do surgimento das cáries. 
  • Bananas, uvas passas e outras frutas secas que são doces e podem grudar nos dentes, assim sendo um prato cheio para as bactérias. 
  • O álcool, pois ele diminui a produção da saliva e ainda pode desgastar os dentes por ter características ácidas. 
  • O refrigerante, responsável pela erosão dentária causando sensibilidade e o surgimento das cáries. 

Se você gosta de algum desses alimentos, recomendamos que pense bastante na frequência que os consome e caso os ingira, aconselhamos escovar os dentes depois de 30 minutos. Mas a prevenção sempre é uma das melhores alternativas.


Como se prevenir das cáries?

Sendo um adulto ou criança, ninguém está imune a problemas dentais, tão menos as cáries. Portanto, é importante mantermos a saúde dos nossos dentes em dia e buscar a prevenção sempre que possível. Para lhe ajudar e ficar longe das cáries separamos alguns passos simples, vejamos:

  • Mantenha os dentes limpos e livres de quaisquer resíduos alimentares através da escovação 
  • Escove bem os dentes e use o fio dental diariamente, principalmente à noite 
  • Consuma alimentos balanceados e evite comer qualquer coisa entre as principais refeições. Particularmente, alimentos com muito açúcar 
  • Use sempre produtos de higiene bucal, como cremes dentais que contenham flúor em sua composição 
  • Faça uso do enxaguante bucal, também com flúor, somente quando o dentista o recomendar 
  • Tome bastante água entre as principais refeições, isso irá ajudar a eliminar qualquer resíduo de alimentos 
  • Determine uma rotina de saúde bucal 
  • Faça uma escovação correta, essa é uma forma muito eficiente de prevenir as cáries  

Essas dicas irão lhe ajudar a ficar longe das cáries e assim manter a saúde bucal sempre em dia. Outra dica, muito interessante, é ir regularmente ao dentista a cada seis meses para fazer exames e check-ups.


Qual a importância da visita ao dentista?

Primeiro, o seu dentista é o único que pode lhe ajudar em casos mais complicados. É ele que irá ensiná-lo a usar os meios corretas para fazer a higiene bucal, além de indicar as áreas que exigem mais atenção durante a escovação e como você deve usar o fio dental. 

Outro fator de grande importância para visitar o dentista é o de poder realizar exames gerais. Assim, você saberá com antecedência se tem alguma doença como a gengivite, a alveolite, a pulpite, entre outras. As consultas regulares ao odontologista são essenciais também para acompanhar o progresso de tratamentos mais longos, os quais muitas vezes não são procedimentos rápidos e que necessitam de acompanhamento para garantir a segurança e eficácia do tratamento. Portanto, não deixe para marcar uma consulta com o seu dentista apenas quando perceber algo de errado. Procure-o com frequência, pelo menos a cada 6 meses, para evitar surpresas desagradáveis e manter a saúde da sua boca.


A Castell-Odonto acredita que a prevenção e a visita ao dentista garantem uma saúde bucal, ajudando a evitar problemas causados não apenas por maus hábitos, mas também por uma alimentação incorreta. Então, sabendo disso que tal vir conhecer as nossas instalações e bater um papo com um dos nossos odontologistas? Estaremos aguardando você!